Ana Moura /**Ouvi dizer que me esqueceste**/

Fonte

(Visitado 15 Vezes, 1 visitas hoje)

Veja mais !

Comentario (0)

  1. I Heard It Said That You Forgot Me (Ouvi dizer que me esqueceste)

    Sad guitar, I heard it said
    That you forgot me
    In your moan so aggrieved
    Sad guitar, I lost the time
    And you lost
    The hidden sky where night falls
    And fado is born

    My chest shrinks itself
    As if the tormented soul
    Between the vibrating strings
    Was wanting to hide
    I close my eyes and sad
    I follow the desperate voice
    That like me was shouting
    All the pain of living

    Sad guitar, I heard it said
    That you forgot me
    In your moan so aggrieved
    Sad guitar, I lost the time
    And you lost
    The hidden sky where night falls
    And fado is born

    I would not want to share
    With anyone else the loneliness
    Hidden from me
    In your sad trill
    My love betrayed
    It stopped my pain of this betrayal
    That's why ultimately
    I never sang fado

    Sad guitar, I heard it said
    That you forgot me
    In your moan so aggrieved
    Sad guitar, I lost the time
    And you lost
    The hidden sky where night falls
    And fado is born

  2. Guitarra triste, ouvi dizer que me esqueceste
    no teu gemido tão magoado
    Guitarra triste, perdi a vez e tu perdeste
    o céu oculto aonde anoitece e nasce o fadoO meu peito se apequena como se a alma atormentada
    entre as cordas vibrando se quisesse esconder
    Fecho os olhos e triste sigo a voz desesperada
    que como eu esta gritando toda a dor de viverGuitarra triste, ouvi dizer que me esqueceste
    no teu gemido tão magoado
    Guitarra triste, perdi a vez e tu perdeste
    o céu oculto aonde anoitece e nasce o fadoNão vou crer de partir com mais ninguém a solidão
    escondida de mim no teu triste trinado
    o meu traído amor calou minha dor dessa traição
    foi por isso que enfim nunca mais cantei fadoGuitarra triste, ouvi dizer que me esqueceste
    no teu gemido tão magoado
    Guitarra triste, perdi a vez e tu perdeste
    o céu oculto aonde anoitece e nasce o fadoGuitarra triste, perdi a vez e tu perdeste
    o céu oculto aonde anoitece e nasce o fadoAna Moura – Ouvi dizer que me esqueceste

  3. Ana Moura

    Tu, tens o porte e a graça
    Duma Fadista de raça
    Um brilho que não se apaga
    Numa voz, que nos afaga !

    Conquistas milhares de fãs
    Com teu porte de mulher,
    Fadista por natureza
    Que ama o Fado pra valer !

    Se Amália foi a rainha
    Tu, dela és a princesa,
    Que um dia será rainha
    Na sucessão da nobreza

    Ana Moura, és a Fadista
    Predestinada a tal fim,
    Teu destino está na lista
    O tempo dirá que sim.

    Já li nos livros de história
    Princesa virar rainha,
    Que Deus, te dê a glória,
    Do Fado, seres a rainha !

    São Paulo, 17/05/2017 (data da criação)
    Armando A. C. Garcia

    Visite meus blogs:
    http://brisadapoesia.blogspot.com
    http://preludiodesonetos.blogspot.com
    http://criancaspoesias.blogspot.com

    Direitos autorais registrados
    Mantenha a autoria do poema

  4. Ana Moura
    Tu, tens o porte e a graça
    Duma Fadista de raça
    Um brilho que não se apaga
    Numa voz, que nos afaga !

    Conquistas milhares de fãs
    Com teu porte de mulher,
    Fadista por natureza
    Que ama o Fado pra valer !

    Se Amália foi a rainha
    Tu, dela és a princesa,
    Que um dia será rainha
    Na sucessão da nobreza

    Ana Moura, és a Fadista
    Predestinada a tal fim,
    Teu destino está na lista
    O tempo dirá que sim.

    Já li nos livros de história
    Princesa virar rainha,
    Que Deus, te dê a glória,
    Do Fado, seres a rainha !

    São Paulo, 17/05/2017 (data da criação)
    Armando A. C. Garcia

    Visite meus blogs:
    http://brisadapoesia.blogspot.com
    http://preludiodesonetos.blogspot.com
    http://criancaspoesias.blogspot.com

    Direitos autorais registrados
    Mantenha a autoria do poema

  5. HOI ANA JIJ HEBT ECHT BEWEZEN DAT DE MUZIEK ANDERS MOET ZIJN EN JIJ DOET HET OOK HEELGOED JIJ STAAT OP EEN 2 DE PLAATS JOU POEZIE VOOR DE FADO IS DAN OOK ZEER MOOI IK GELOOF IN JOU GA DOOR MET JE FADO EN NIET AFZAKKEN NAAR ANDEREN STIJLEN DANK JE WEL WOUTER JOANNES HENDRICK

Deixe seu Comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *